Eu vejo o horizonte tremulo online
home ask-me texts pictures faq @
“Mas é que, até da sua bagunça eu gostei.”
Nathalia Velozo. 

“Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.”
Martha Medeiros

“Te espero ali, aqui. Na rua da sua casa, da padaria, do mercado. No ponto de ônibus, no cinema, na praça. Te espero no estacionamento, no casamento da minha tia, no aniversário do meu irmão. Na casa da dona Maria, na rua São José. Te espero na barraquinha do beijo, na doceria, no João do pão de queijo. Em qualquer lugar que eu esteja, irei esperar por você. Fiz de ti minha base de existência. “E agora?” você me pergunta. E eu te respondo: quero que continue assim, tudo bem pra mim. Posso te esperar por mais um mês, um ano… enfim.”
Tabacos. 

Pisca, pisca, pisca e não deixa a lágrima cair.


Há 1 mês / 0 notas / reblog

E o sofrimento acaba, assim como todas as estrelas desaparecem do céu.


E onde estão todos os planos que fizemos para nós dois?


“Eu não tinha este rosto de hoje, assim calmo, assim triste, assim magro, nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo. Eu não tinha estas mãos sem força, tão paradas e frias e mortas; eu não tinha este coração que nem se mostra. Eu não dei por esta mudança, tão simples, tão certa, tão fácil: em que espelho ficou perdida a minha face?”
Cecília Meireles.